Tendências para mercado de pescado é assunto em live da CNA

 

Nesta terça-feira (01), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) abordou as tendências para o mercado de pescados no período pós-pandemia em uma transmissão ao vivo pelas plataformas digitais.

O evento online apresentou informações sobre a produção e o mercado nas áreas de pesca e aquicultura, que em função da necessidade do distanciamento social e fechamento de restaurantes foram bastante afetadas.

Na visão do presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da CNA, Eduardo Ono, a pandemia trouxe uma mudança nos hábitos dos consumidores, que passaram a preparar as refeições em casa. Por essa razão, ponderou, é necessário observar as oportunidades de mercado.

Com a pandemia, as pessoas passaram a buscar mais alimentos mais saudáveis e o conceito de sustentabilidade está mais forte, assim como o consumo de produtos locais, serão mais fortes. Essa avaliação é do diretor titular da divisão da cadeia produtiva da pesca e aquicultura do Departamento do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Robeto Imai.

 

Fonte: Agrolink