Área plantada de Capim Elefante BRS Capiaçu é ampliada no Centro Agrotecnológico de Palmas

O capim foi desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e é um clone de capim-elefante de propagação vegetativa

Em uma ação contínua, a área plantada de Capim Elefante BRS Capiaçu, foi ampliada no Centro Agrotecnológico de Palmas. Ao todo foram 3.500 metros quadrados de área plantada, nos dias 12 e 13 de janeiro, com o objetivo de oferecer mais mudas para mais produtores rurais do Estado interessados na multiplicação das mudas do capim.

O capim foi desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e é um clone de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum) de propagação vegetativa. A BRS Capiaçu apresenta porte alto e se destaca pela alta produtividade e pelo valor nutritivo da forragem, quando comparada a outras cultivares de capim-elefante.

Todos os produtores de leite ou de carne, que façam uso de volumoso conservado em forma de silagem ou fornecido fresco poderão contar adquirir de forma gratuita as mudas.
 

De acordo com o engenheiro agrícola da Seagro, Wagner Sampaio Palhares Junior, a procura por mudas aumentou significativamente e a doação de mudas possibilitará ao produtor utilizar o capim na forma capineira ou de silagem. Ele ainda destaca que em 2020 a área inicial plantada foi de 300 metros quadrados. Posteriormente foi plantada uma segunda área de 1.500 metros quadrados.
 

Para solicitar as mudas o agricultor deve entrar em contato no número 3218-2185, nos horários de 8h às 14 horas.

Fonte: Seagro