Abertura Nacional da Colheita da Soja acontecerá em Luis Eduardo Magalhães, na Bahia

O evento terá formato conectado e multiplataforma, com transmissão ao vivo para todo o país a partir das 9h (Brasília)

Um dos eventos mais importantes da sojicultura nacional, a Abertura Nacional da Colheita da Soja, chega a sua 9ª temporada cheio de novidades. Uma delas é que pela primeira vez o evento da colheita acontecerá na fronteira agrícola do Matopiba, em Luís Eduardo Magalhães (BA), no dia 4 de fevereiro.

Entre os grandes atrativos para a sojicultura, Luís Eduardo Magalhães, ou LEM, para abreviar, possui uma topografia bastante adequada para a soja, pois é bastante plana. Por lá, a maior oferta de água, garante que algumas lavouras possam ser irrigadas, trazendo maior produtividade à soja. Hoje, é reconhecida como a capital baiana do agronegócio.

História de LEM

A história da cidade não é tão antiga assim, já que surgiu em meados do final da década de 1980, segundo o IBGE, ainda como povoado de Mimoso do Oeste, com a chegada de alguns desbravadores vindos do Sul do país, atraídos justamente pela imensas terras planas e proximidade com duas importantes rodovias na época, a BR-24 e a BR-020.

Até 1998, o distrito de Mimoso do Oeste, subordinado ao município de Barreiras, mudou seu nome e passou a ser conhecido como Luís Eduardo Magalhães, em homenagem ao filho do Senador Antônio Carlos Magalhães, morto em 21 de abril de 1998.

Mas essa foi a primeira mudança de uma localidade que já andava sozinha, graças à agricultura. Em dois anos, já em 2000, o distrito conseguiu enfim se elevar à categoria de município com a denominação de Luís Eduardo Magalhães, pela Lei Estadual n.º 7.619, de 30/03/2000.

Soja em LEM

Apesar de os primeiros desbravadores já terem plantado soja desde a época de Mimoso do Oeste, os primeiros dados captados pelo IBGE na região só ocorreu em 2001, quando a renomeada e separada cidade de Luís Eduardo Magalhães já colhia há tempos os frutos da produção da soja.

Em 2001, o levantamento do IBGE mostrava que por lá já se cultivava um total de 150 mil hectares de soja. Atualmente, a área com a oleaginosa ocupa um total superior a 177 mil hectares e a produção estimada já ultrapassa a casa das 680 mil toneladas por ano.

Bahia e Matopiba

Apesar de Luís Eduardo Magalhães não ser a maior cidade produtora de soja na Bahia (perde para Formosa do Rio Preto planta 403 mil hectares, São Desidério 384 mil hectares e Barreiras 185 mil hectares), ela é considerada a capital do agronegócio do estado.

Para a Aprosoja Bahia, a escolha da cidade para sediar a Abertura Nacional da Colheita da Soja Safra 2020/2021, é uma conquista não só da Bahia, como de todo o Matopiba, que conta os dias para receber a grande festa.

Segundo a perspectiva da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), para a safra de soja 2020/2021, a Bahia deve produzir um total de 6,4 milhões de toneladas de soja, e todo o Matopiba mais de 16 milhões de toneladas, ou seja a região é responsável por quase 12% de toda a soja produzida no país.

Festa e detalhes

Pela primeira vez em nove anos, a cerimônia simbólica da colheita da soja será realizada em fevereiro, uma adaptação necessária para contornar o atraso do plantio, devido a falta de umidade.

Máquinas no campo e palestras

O novo formato do evento manterá a tradição e fará o famoso enfileiramento de colheitadeiras, que neste ano contará com as verdinhas da John Deere. Algumas autoridades devem ser os operadores destas máquinas, fato que também já ficou marcado na história do evento.

Mas antes desta festa final, os produtores poderão acompanhar uma série de painéis com informações fundamentais para o negócio da soja.

O tema deste ano será “Vendas de terras para estrangeiros, desafios de mercado, questões tributárias, tecnologias e o clima para a colheita”.

Clima

Durante todo o evento, o diretor da Somar Meteorologia, Paulo Etchichury, vai passar as previsões para cada uma das regiões do país.

Onde assistir e como participar

Os produtores poderão acompanhar tudo onde estiverem, através da televisão, do site, do Facebook e Youtube do Canal Rural. E, também poderão participar enviando perguntas pelas redes sociais, que serão lidas ao vivo durante a celebração.

Como dito, esta é a primeira vez que um grande estado do Matopiba é escolhido para sediar o maior evento da sojicultura do Brasil, a Abertura Nacional da Colheita, que já recebeu presidentes da república, ministros da Agricultura e muitos líderes de governos estaduais.

Fonte: Canal Rural