(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
09/08/2019

Agricultura familiar: Ação para gerar renda é realizada em comunidade do município de Barrolândia

Por Elmiro de Deus/Com edição de Tocantins Rural

Comunidade Ponto Chique receberá georreferenciamento e orientações técnicas

O Projeto de Assentamento Ponto Chique, localizado no município de Barrolândia, vai ser regularizado. Um encontro foi realizado na manhã desta última quarta-feira, 07, afim de orientar a comunidade sobre as etapas necessárias para regularização da Associação. A ação é resultado de uma parceria, fruto da assinatura do termo de cooperação técnica para realizar o georreferenciamento e orientações técnicas na comunidade.

Representantes dos órgãos Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) conduziram a ação. 

Na ocasião, o técnico do Sebrae/TO Fábio Cruz explicou para os 16 associados sobre o cadastro rural e o georreferenciamento, requisitos iniciais para a regularização. “Portanto, o georreferenciamento é imprescindível para regularização dos empreendimentos rurais, reduzindo os riscos de inadimplência e possibilitando aos produtores rurais recuperarem a capacidade de investimento e de acesso a novas linhas de crédito e melhoramento da qualidade de vida dos mesmos”, ressaltou.

Após o georeferenciamento, o Sebrae em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins  (Ruraltins) irá desenvolver ações de orientação a vocação produtiva de cada agricultor, estimulando, assim, a diversificação produtiva na comunidade.

Individualização

A engenheira agrônoma da Seagro, Maria Tereza Simão Vasconcelos, da Gerência de Agricultura Familiar presente na reunião, falou sobre o processo de individualização e regularização dos processos das agências financeiras, explicando passo a passo como funciona. “É importante porque permite  o desmembramento de áreas, dívidas e escrituras públicas dos projetos de Crédito Fundiário que foram contratados de forma coletiva, mas agora com este procedimento, os associados  passam a ser donos de suas próprias terras”, enfatizou.

Produtores

O produtor José Bonfim, pequeno criador de gado leiteiro na mesma associação, ficou animado com as propostas. “É um incentivo muito bom, vamos nos organizar para regularizar nossas terras e depois eles vão repassar conhecimento para direcionar a gente a produzir”, projetou.

O presidente da Associação, James Lages, vê com entusiasmo as propostas apresentadas pelos técnicos. “Acreditamos que será um grande avanço para nós regularizar nossas terras, pois assim, poderemos buscar recursos financeiros e produzir de tudo”, disse.

Agroindústria

Em consonância aos incentivos de produção aos agricultores familiares, o secretário municipal de agricultura de Barrolândia, Geraldo Dornel, parceiro no incentivo produtivo, falou sobre a intenção de implantar agroindústrias no município. “Estamos trabalhando para implantar as agroindústrias artesanais, frutos nativos, polpas e doces, leite [queijo], mandioca, sendo que destas algumas já estão em funcionamento, contribuindo para incentivar a geração de renda nas comunidades rurais de Barrolândia”, ressaltou.

 Ainda de acordo com o secretário, o município vai implantar uma agroindústria para o processamento do pequi, no início da próxima safra que inicia em setembro. O pequi embalado já possui negociação garantida para exportação para os países europeus.

 

Fotos: Wilson Rodrigues

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.