(63) 98447-6190 tocantinsrural.brasil@gmail.com
25/08/2020

Bionematicida é lançado com tecnologia inédita

Por Leonardo Gottems/ com edições do Tocantins Rural

Experimentos com o Furatrop em Jataí-GO na cultura da soja revelou que o produto alcançou um controle da população de nematoides 53% superior ao bioinsumo de concorrente de mercado

Foi anunciado nesta semana um nematicida biológico que combina a tecnologia japonesa Hayai e a cepa CNPSo2657 de Bacillus subtilis. Trata-se do Furatrop, lançamento da Biotrop que pode representar um aumento da produtividade da soja em até 4.7 sacas por hectare, além de diminuírem as perdas pelos nematoides em diversas outras culturas.

De acordo com a fabricante, o Furatrop possui “formulação inédita e exclusiva”, e tem como grande diferencial a “velocidade de ação no solo”, mais “duradoura do que outros produtos no mercado”. Além de soja, o Furatrop possui indicação para diversas culturas, tais como milho, tomate, feijão, cana-de-açúcar, algodão, entre outros.

Segundo Jonas Hipolito, gerente de marketing e estratégia da Biotrop, a bactéria é multiplicada em um meio semissólido similar ao solo, e por isso é ativada de maneira muito mais rápida na rizosfera, além de concentrar muito mais metabólitos durante o processo fermentativo e entregar resultados mais duradouros no ambiente, resultando em mais rentabilidade.

A exclusiva cepa de Bacillus subtilis do Furatrop (CNPSo 2657) é alvo de estudos científicos há mais de 20 anos. O respaldo técnico foi fundamental na escolha da cepa para o Furatrop com objetivo de manejar fitonematoides, combinando a produção massiva de biofilme, a ação de enzimas e antibióticos sobre os patógenos e a ativação de mecanismos de defesa da própria planta.

O produto também acelera a germinação e o desenvolvimento inicial da cultura e possui um importante benefício nutricional, gerando mais estabilidade produtiva, auxiliando a lavoura a responder a estresses como o déficit hídrico.

A bactéria presente no Furatrop age de três maneiras diferentes. A primeira é por meio de antiobiose, atuando diretamente sobre os nematoides (por exemplo quebrando a parede celular do verme). A segunda forma é por competição, formando um biofilme protetor nas raízes das plantas que desorienta os nematoides e forma uma barreira física que evita que cheguem às raízes. Por fim, atua na indução de defesa das plantas, tornando-as mais resistentes.

Além dos efeitos sobre os nematoides, o Furatrop é um potente promotor de crescimento que amplia o volume de solo explorado pelas plantas, o que melhora a ancoragem, a absorção de água e nutrientes e compensa eventuais danos causados por fitopatógenos.

Experimentos com o Furatrop em Jataí-GO na cultura da soja (safra 2019/20) revelou que o produto alcançou um controle da população de nematoides 53% superior ao bioinsumo de concorrente de mercado. Quando falamos em produtividade, os resultados também são positivos.  A área testada obteve ganho 5% superior com Furatrop em relação a testemunha, ou seja, 4 sacas a mais da oleaginosa por hectare.

Outras 37 fazendas foram avaliadas por diversas regiões do Brasil. A média de incremento na produtividade surpreendeu e chega a mais 4.7 sacas/ha de soja.

Fonte: Agrolink

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: tocantinsrural.brasil@gmial.com Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.