(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
09/01/2020

Carne bovina: diminuição do consumo reflete na queda do preço

da redação

Analista justifica que “em todo começo de ano o brasileiro médio está descapitalizado, pagando tributos como IPVA e IPTU"

Os preços da carne bovina no atacado recuaram nesta quarta-feira, 8, refletindo a “súbita mudança” no perfil de consumo, de acordo com a Safras & Mercado. 

“Em todo começo de ano o brasileiro médio está descapitalizado, pagando tributos como IPVA e IPTU, e enfrentando também despesas com material escolar. Assim, naturalmente o consumo migra para cortes menos nobres de carne bovina e para proteínas animais concorrentes, principalmente a carne de frango”, diz o analista de mercado Fernando Henrique Iglesias.

O corte traseiro teve preço de R$ 15,80 por quilo, contra R$ 16 por quilo na terça-feira, 7. A ponta de agulha foi negociada a R$ 10,40 por quilo (com queda diária de 50 centavos) e o corte dianteiro a R$ 10,80 o quilo (ante R$ 11,10 o quilo na terça-feira).

Boi Gordo

O mercado físico do boi gordo teve preços pouco alterados nesta quarta-feira. Iglesias aponta que a oferta de animais terminados segue restrita, e os frigoríficos de menor porte ainda encontram empecilhos para posicionarem suas escalas de abate de maneira adequada. 

Em São Paulo, a arroba do boi continuou estável, a R$ 202. Em Uberaba (MG), também permaneceu inalterada, a R$ 194. Já em Dourados (MS), subiu de R$ 191 para R$ 192. Em Goiânia (GO), continuou em R$ 190. Por fim, em Cuiabá (MT), preços a R$ 181, estáveis. 

 

Fonte: Canal Rural | Foto: Prefeitura de Farroupilha/RS

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.