(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
11/12/2019

Comitiva tocantinense participa da COP 25 e discute sobre créditos de carbono no estado

Da Redação

Evento está acontecendo em Madri, Espanha

Uma comitiva tocantinense está participando da programação da Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP 25), em Madri, Espanha. O Tocantins levou para as discussões os projetos Tocantins 20-40 - Estratégia para um Tocantins Competitivo e Sustentável e o programa Pátria Amada Mirim (PAM). 

No último domingo, 08, os deputados Ricardo Ayres, Cláudia Lelis e Olyntho Neto,  e o vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, estiveram reunidos com o vice-presidente da ONG Ecológica, Divaldo Rezende, e demais técnicos para tratar sobre projetos de sequestro e venda de créditos de carbono pelo Estado do Tocantins. “O domingo foi muito produtivo. Estivemos reunidos com o Divaldo Rezende, a Marli e demais técnicos que tem uma bagagem imensurável na questão do sequestro de carbono", disse Ayres.

Nesta segunda, 09, a comitiva teve uma reunião com um dos diretores da petrolífera multinacional Shell para tratar sobre uma relação de venda destes créditos de carbono. "Agora pela manhã já estamos tratando sobre a captação de investimentos internacionais no Tocantins com a venda destes créditos”, ressaltou. 

Para o parlamentar, a participação dos deputados tocantinenses na COP25 também traz um novo olhar, mais moderno e antenado, para o Legislativo do Estado, com a possibilidade da criação e atualização de leis que aprimoraram o posicionamento do Tocantins nas questões ambientais e na condição de captação de investimentos. 

“É uma agenda positiva. Estamos participando de discussões do que há de mais atualizado na preservação ambiental. Vamos trazer isso para o Tocantins. Somos um estado da Amazônia Legal e temos uma patrimônio ambiental importantíssimo que devemos preservar e captar investimos e parceiros para intensificar essas ações”, destacou.

Programas do Tocantins 

A comitiva do Estado do Tocantins leva para apresentar na COP 25 dois projetos: o Tocantins 20-40- Estratégia para um Tocantins Competitivo e Sustentável e o programa Pátria Amada Mirim (PAM). 

A estratégia Tocantins 20-40 tem como objetivo promover o desenvolvimento equitativo e competitivo do Estado do Tocantins, com uso racional de recursos naturais, respeito às próximas gerações e melhoria da qualidade de vida de sua população. A estratégia irá colocar o estado como referência na região Norte do Brasil em produção sustentável de alimentos e produtos da sociobiodiversidade, com beneficiamento e agregação de valor, na distribuição de renda e na conservação e manejo de suas riquezas naturais, até o ano de 2040. O documento foi desenvolvido intersetorialmente entre as secretarias.

Com o intuito de promover a inclusão socioambiental de crianças e adolescentes, o PAM beneficiará 25 mil estudantes da rede pública de ensino em todo o Tocantins, até 2022. Por meio da educação ambiental, os estudantes terão a formação cidadã em benefício da preservação, conservação e restauração do meio ambiente, trazendo como resultados a implantação ou restauração de viveiros nos 139 municípios, produzindo até 6 milhões de mudas nativas, podendo restaurar até 12 mil hectares de áreas degradadas.

Além de Ricardo Ayres, participam da COP 25 os deputados Olyntho Neto (PSDB) e Claudia Lelis (PV).

Foto: Divulgação/COP 25  

Com informações da Assessoria 

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.