(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
24/07/2019

Mercado de reposição ganhando ritmo principalmente em estados como Bahia, Pará e Tocantins

Da redação

Com a chegada da entressafra, o mercado de reposição começou a esboçar firmeza. Em alguns estados, a menor oferta tem feito com que os frigoríficos paguem mais pelo boi gordo. 

Assim, com pagamentos melhores pela arroba, os pecuaristas começam a ficar mais interessados por repor o plantel da fazenda. 

Esse cenário é observado principalmente em estados que não são caracterizados por engordar os animais em sistemas intensivos (confinamento ou semiconfinamento). 

É o caso da Bahia, Pará e Tocantins, por exemplo. 

Em Goiás e em Mato Grosso a frente fria forçou a desova dos animais terminados, o que liberou espaço para categorias mais leves. 

Desta forma aumentou o interesse no mercado de reposição, principalmente envolvendo animais mais erados, contudo, sem espaço para altas significativas nos preços da reposição. 

Em Mato Grosso do Sul, o cenário no mercado do boi gordo foi semelhante, mas a demanda pela reposição em baixa tirou um pouco a firmeza das categorias, principalmente envolvendo o bezerro desmamado.

Já em São Paulo o mercado do boi gordo, por enquanto, não sentiu de maneira significativa os efeitos da entressafra. Mas, mesmo com o preço da arroba demorando para ganhar força, há procura pela reposição.

Contudo, no estado, a oferta limitada mantém os preços ainda elevados, o que tem estimulado os pecuaristas a procurar animais em outros estados, como, por exemplo, Minas Gerais (região do Triangulo Mineiro).

 

Fonte: Agrolink

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.