(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
16/01/2020

Novo Acordo recebe unidade demonstrativa de plantio consorciado

Por Edvânia Peregrini / Com edição do Tocantins Rural

Iniciativa trará benefícios aos produtores em termos de conservação e fertilidade do solo, produtividade e principalmente maior rentabilidade

A segunda Unidade Demonstrativa (UD) de manejo do arroz consorciado ao capim forrageiro para formação e recuperação de pastagem está sendo implantada nesta quinta-feira, 16, no município de Novo Acordo, na Fazenda Nossa Senhora Aparecida.

Ao todo serão quatro UDs implantadas pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) em parceria com a Embrapa Arroz e Feijão, empresas privadas e produtores. A primeira delas foi plantada na semana passada, na fazenda Trigueira, em Pium.

Estas unidades, que também serão implantadas em Miracema e Gurupi, terão como finalidade difundir a tecnologia do manejo do arroz consorciado ao capim forrageiro para formação e recuperação de pastagem. Esse sistema traz benefícios aos produtores em termos de conservação e fertilidade do solo, produtividade e principalmente maior rentabilidade.

Serão 70 hectares de UDs que receberam apoio da Embrapa Arroz e Feijão e das empresas Sementes Grão Fértil, com o fornecimento das sementes de capim para a cobertura de uma área de 70 hectares de plantio; BASF com herbicidas e o tratamento das sementes; e Omnia Fertilizantes com condicionador de solo e enraizamento estimulante do arroz.

Em Novo Acordo, a propriedade desenvolve as atividades de pecuária e cultivos da soja, e, com a aplicação desse sistema consorciado, o proprietário Marcos Hulm investe nos cultivos para garantir palhada para a soja e capim para o gado na entressafra. Serão plantados 30 hectares de arroz BRS consorciado com a forrageira Massaí, sendo 15 hectares destinados à UD, e ainda 70 ha soja; 30 ha de milho; 70 ha de sorgo e 16 ha de sorgo forrageiro.

Para o produtor Marcos Hulm, essa parceria só tem a somar, tanto para o Estado quanto para os produtores, com o uso de tecnologias que vão agregar valor às atividades do pecuarista e do sojicultor. “Para nós é muito interessante, há uma expectativa muito boa por estarmos usando uma tecnologia nova que vai agregar valor à propriedade em termos de produção e de tecnologia implantada. Isso é muito satisfatório e estamos recebendo o Ruraltins e a Embrapa de portas abertas”, ressaltou.

Unidades Demonstrativas

Estas Unidades, além de vitrines agrícolas com a transferência de tecnologia, “visam também criar redes de relacionamento com agropecuaristas, consultores e empresas do ramo, ofertando novos conteúdos sobre manejo, aquisição e comparação com outros cultivares”, explicou o gerente de Agricultura do Ruraltins, Edmilson Rodrigues de Sousa.

O primeiro plantio ocorreu na semana passada em Pium, na Fazenda Trigueira, de propriedade do agricultor André Renovato. Lá o plantio é de arroz terras altas cultivar BRS A501 consorciado ao Brachiaria Ruzizienses, com uso da Tecnologia clifield.

 

As demais propriedades onde serão instaladas as UDs são as fazendas: Lagoa dos Patos, em Miracema, com 20 hectares, e Três Ipês, em Gurupi, com mais 15 hectares, somando 70 hectares de Unidades Demonstrativas.

 

Foto: Acervo Ruraltins

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.