(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
20/11/2019

Seminário de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono começa nesta quinta-feira, 21, em Palmas

Por: Elmiro de Deus/Com edição de Tocantins Rural

Tocantins é considerado o estado do Norte do país que mais avançou, nos últimos anos, nos investimentos para a prática sustentável

 

Começa nesta quinta-feira, 21, e segue até a sexta-feira, 22, o Seminário Estadual de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono. O evento será realizado no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas. A iniciativa é da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) em parceriaa com o Grupo Gestor do Plano ABC no Tocantins. 

Nos dois dias de programação haverão palestras e apresentações de resultados de sucesso do plano ABC que estão sendo desenvolvidos no Tocantins. Entre os temas propostos estão: sistema plantio direto; fixação biológica de Nitrogênio e bactérias promotoras do crescimento de plantas; recuperação de pastagens degradadas; intensificação a pasto e adubação de correção de solo com biofertilizantes.

Segundo o gerente de Agricultura de Baixo Carbono da Seagro, Marcello Marcelino, no seminário serão apresentados os avanços conquistados no Tocantins e as perspectivas da agropecuária  sustentável. “É um momento ímpar para apresentar as tecnologias inovadoras preconizadas pelo o plano ABC para a o setor agropecuário, assim difundido essas técnicas conservacionistas aos produtores, técnicos e estudantes tocantinenses para que, possamos aumentar a produtividade dos sistemas produtivos com mais sustentabilidade e rentabilidade”, ressaltou.

Novidade

No seminário será apresentado uma tecnologia inovadora para o desenvolvimento da pecuária. A pesquisadora da Embrapa Milho e Sorgo, Crhistiane Paiva mostra a tecnologia, um inoculante totalmente desenvolvido a partir de tecnologia nacional. “O produto denominado BiomaPhos  alia a sustentabilidade e produtividade porque é biológico, produzido a partir de duas bactérias identificadas pela Embrapa, sendo uma no solo e outra no milho, e é capaz de aumentar a absorção de fósforo pelas plantas, o que pode mudar o quadro de alta dependência brasileira do mercado internacional de fertilizantes”. A tecnologia  é desenvolvia pela Embrapa e empresa Bioma.

Plano ABC

O Plano ABC é composto por sete programas, seis deles referentes às tecnologias de mitigação, e ainda um último programa com ações de adaptação às mudanças climáticas tais como: Recuperação de Pastagens Degradadas; Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) e Sistemas Agroflorestais (SAFs); Sistema Plantio Direto (SPD); Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN); Florestas Plantadas; Tratamento de Dejetos Animais  e Adaptação às Mudanças Climáticas.

A abrangência do Plano ABC é nacional e seu período de vigência é de 2010 a 2020, sendo previstas revisões e atualizações em períodos regulares não superiores há dois anos, para readequá-lo às demandas da sociedade, às novas tecnologias e incorporar novas ações e metas, caso se faça necessário.

 

Foto: Divulgação/seagro

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.