(63) 98447-6190 tocantinsrural.brasil@gmail.com
21/01/2021

Sob comando feminino pela 1ª vez, Incra Tocantins sai do penúltimo lugar para o 8º do país na emissão de títulos

Por Maju Cotrim/ com edições do Tocantins Rural
Eleusa Gutemberg, superintendente do Incra Tocantins
Eleusa Gutemberg, superintendente do Incra Tocantins

Eleusa Maria Gutemberg tomou posse em novembro de 2020

O que esperar do ano de 2021 no Incra Tocantins? Um órgão com tantas demandas que significam para muito o sonho de toda uma vida: o de ter o próprio chão.

Um órgão que já foi alvo de Operação em anos anteriores, de constantes manifestações de movimentos sociais na cobrança por reforma agrária e de uma série de indicações políticas na Superintendência.

A superintendente regional do Incra no Tocantins, Eleusa Maria Gutemberg, concedeu entrevista à Gazeta do Cerrado na manhã desta terça-feira (19). Ela falou dos planos para este ano e dos desafios para o órgão. Eleusa é a 1ª mulher efetivamente a comandar o órgão no Estado.

Quadro técnico da instituição há mais de 10 anos, Gutemberg foi nomeada em novembro do ano passado, iniciando um ciclo de valorização das pratas da Casa na gestão do órgão. O nome dela foi avalizado pelo senador Eduardo Gomes que fez questão de não interferir através de indicação meramente política.

Metas

Sobre as metas para este ano, Eleusa afirma: “ a emissão de títulos, tanto em áreas da união como em assentamentos, é uma demanda antiga e vamos tentar com os municípios parcerias para viabilizar este processo”

Com déficit de efetivo, o órgão no Tocantins quer intensificar as parcerias com municípios e Estado para conseguir atender alta demanda.

Ela assumiu com a meta de emissão de apenas 15 dos títulos e, conseguiu, segundo os dados, fechar em dois meses a marca de 315 títulos definitivos e 2017 provisórios, totalizando 2332 documentos titulatórios.

Para este ano a estimativa é de cerca de 1,5 mil títulos em assentamentos, podendo chegar a 4,5 mil incluindo os documentos titulatórios em geral.

A parceria com o Estado também é uma aposta para tentar chegar às metas.

A superintendente afirmou que se relaciona bem com os movimentos sociais e que está aberta as demandas.

A Superintendente

Eleusa Gutemberg é servidora concursada do Incra desde 2006. É graduada em direito pela universidade federal do Pará e pós graduada em direito público pela universidade do sul de Santa Catarina.

Na regional do instituto do Tocantins, foi chefe da Divisão de Ordenamento da Estrutura Fundiária, no período de 2009 a 2018, além de superintendente substituta nos períodos de 2014 a 2016 e 2017 a 2018.

Desde 2018 é membro do Núcleo de Prevenção e Regularização Fundiária da Corregedoria Geral de justiça do Estado do Tocantins.

Fonte: Gazeta do Cerrado

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: tocantinsrural.brasil@gmial.com Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.