(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
28/10/2019

Tocantins é referência no controle da raiva dos herbívoros

Da Redação

O Governo do Tocantins vem contribuindo com treinamentos de equipes sobre controle da raiva em municípios do Pará

 

Encerrou na última sexta-feira, 25, em Redenção – PA, um treinamento para equipes que atuam no Programa Estadual da Raiva dos Herbívoros (bovinos, equídeos, ovinos e caprinos) do Pará. O curso iniciou no último dia 21 e contou com a colaboração da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) a convite da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), que vê no Tocantins uma referência para a região no controle da zoonose.

O Tocantins disponibilizou uma equipe de controle da doença para colaborar com a capacitação dos profissionais do estado vizinho. E durante os cinco dias, os profissionais realizaram diversas atividades em propriedades rurais da região treinando, identificando e monitorando abrigos dos morcegos hematófagos, principal transmissor da doença na zona rural, controle populacional desta espécie, cadastrando abrigos e realizando um trabalho de educação sanitária junto aos produtores rurais.

A coordenadora do Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros do Pará (PECRH-PA), Arlinéa Rodrigues, destacou o trabalho realizado pela Adapec no controle da raiva dos herbívoros e disse que o PECRH do Tocantins é hoje uma referência para os estados vizinhos. “Essa parceria entre o Tocantins e o Pará é fundamental para o fortalecimento da defesa agropecuária e vejo a Adapec como referência no controle da raiva dos herbívoros, porque tem uma atuação eficaz do PECRH do Tocantins que faz a diferença, inclusive com as equipes atuando de maneira preventiva e é isso que queremos também para o nosso estado,” ressaltou Arlinéa.

Já o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, destaca a importância do intercâmbio de informações para fortalecer também outros estados. “Temos no Tocantins três equipes que atuam especificamente no programa da raiva, com isso, conseguimos controlar os casos da doença, alcançar altos índices vacinais nos municípios que são obrigados a vacinar e atuar de forma precisa quando somos requisitados pelos produtores rurais”, afirma.

Com informações de Agrolink, Dinalva Martins e edições de Tocantins Rural.

Foto: José Veloso

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.