(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
15/04/2020

Tocantins planta sua maior área de milho segunda safra

Por Elmiro de Deus/Com edição de Tocantins Rural

A produção do milho (segunda safra), alternativa de plantio para os produtores tocantinenses, segue em crescimento, confirmando o potencial do solo e o clima do estado, tendo maior área de cultivo nesta safra 2019/20. Segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a área plantada do milho segunda safra saltará de 201,9 hectares, na safra passada, para 225,7 hectares, um aumento de 11,8% na área a ser cultivada nesta safra 2019/20.

O cultivo do milho deve alcançar uma produção positiva. A expectativa é que a produção aumente de 992,7 mil toneladas safra anterior para mais de 1 milhão de toneladas, chegando a 1.007,1 milhão de toneladas, um incremento de 1,5% na produção do milho na safra 2019/2020.

Segundo informações do engenheiro agrônomo da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Ricardo Taques, o plantio no Tocantins já foi 100% realizado dentro da época ideal, com estimativa satisfatória para a produção do grão nesta safra 2019/20. “Diversos fatores são positivos, o cultivo está dentro do zoneamento de risco climático, o desenvolvimento das lavouras é considerado satisfatório até o momento, são registrados bons volumes de chuvas em todas as regiões produtoras, além dos agricultores terem realizado investimentos em insumos de qualidade e tecnologia, acreditando na manutenção dos bons preços”, detalha Ricardo, acrescentando ser necessário que as chuvas se estendam até o final deste mês para que os produtores garantam melhores rendimentos.

Clima favorável

O engenheiro agrônomo da gerência de Agrometeorologia da Seagro, Alexandre Barreto, explica que os estudos do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), para os meses de abril, maio e junho indicam maior probabilidade de chuvas na categoria da faixa normal climatológica na região leste do Tocantins, abrangendo as regiões de Recursolândia, Aparecida do Rio Negro, Santa Tereza e Mateiros. “Já na região norte do Estado verifica-se uma maior probabilidade de ocorrência de chuvas na categoria acima da faixa climatológica, incluindo os municípios de Darcinópolis, Luzinópolis e Axixá do Tocantins. No restante do Estado, a tendência é de chuvas do padrão climatológico”, explica.

O engenheiro ressalta ainda que, nos municípios de Araguaína e Pedro Afonso, foram registrados em março de 2020, volumes de chuvas acima da normal climatológica, sendo que nos 10 primeiros dias do mês de abril, ocorreu estiagem, conforme dados do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), mas em virtude dos estágios fenológicos que a cultura se encontra em todo Tocantins, não deve ocorrer prejuízo. “Segundo o prognóstico, a redução dos volumes de chuva acontecerá de forma acentuada a partir do dia 20 de abril”, complementa.

 

Foto: Luciano Ribeiro

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.