(63) 98501-8498 redacao@tocantinsrural.com.br
06/06/2019

Workshop sobre Agronegócio e Sustentabilidade traz temas voltados à piscicultura e agricultura no Tocantins

Da redação
 
O workshop tem como objetivo discutir as vantagens do agronegócio sustentável. (Imagem: Kezia Noa)
O workshop tem como objetivo discutir as vantagens do agronegócio sustentável. (Imagem: Kezia Noa)

 

Com um número baixo de participantes, a abertura oficial do Workshop: Agronegócio e Sustentabilidade aconteceu na manhã desta quinta-feira, 06, em Palmas (TO). O evento faz parte da programação da Semana Nacional do Meio Ambiente e está sendo realizado no auditório do SENAI. O workshop tem como objetivo discutir as vantagens do agronegócio sustentável, com temas voltados à piscicultura e a agronomia, a fim de diminuir os impactos ambientais no estado. A programação segue até às 18h e é aberto a profissionais da área e estudantes. 
 
Segundo o Engenheiro Ambiental e Presidente da Comissão do Meio Ambiente do CREA/TO André Cavalcante, o evento acontece na Semana do Meio Ambiente para juntar temas relacionado ao Agronegócio Tocantinense e as práticas sustentáveis necessárias para os cuidados com o meio ambiente. "Eu acredito que até o momento foi muito enriquecedor aos presentes com palestras com muita informação, conceitos técnicos e esclarecimentos para quem é da área ou deseja investir! A força econômica do estado do Tocantins é o agronegócio principalmente o cultivo de grãos e a pecuária e temos um enorme potencial que é a piscicultura por isso a gente teve esse enfoque agora no período da manhã e à tarde teremos palestras voltadas ao Plano ABC que abordará novas tecnologias e novos métodos de produção agrícola", explica.
 
O palestrante e Secretário de Desenvolvimento Rural do Município de Palmas, Roberto Jorge Sahium, falou sobre o Panorama Atual da Piscicultura Tocantinense e avalia que o tema é de extrema importância para o estado. "O Tocantins tem um grande diferencial que é a piscicultura, visto que temos a segunda maior bacia genuinamente brasileira, a Bacia Araguaia do Tocantins que se conecta com a Amazônica, assim temos as espécies mais ricas do mundo, em termos de peixes comerciais, são 217 e eu acredito muito na piscicultura para gerar emprego e renda para o nosso Estado! Precisamos mesmo é de políticas públicas para tornar esse diferencial uma realidade", pontua.
 
Para a participante e Engenheira Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sermarh), Cinthia Azevedo, o evento abre um leque sobre os temas abordados enfatizando a importância da sustentabilidade no agronegócio. "Este momento nos dá diretrizes e aporte técnico, onde vai clarear as ideias sobre piscicultura, licenciamento, o poder da utilização, a parte econômica e com isso teremos noção do que irá render para o Estado do Tocantins. Hoje não existe mais a possibilidade de produzir sem pensar na sustentabilidade quem não é sustentável hoje não vai ter nada para produzir amanhã, pois não terá espaço suficiente, recursos hídricos, então o agronegócio tem que ter esse viés de sustentabilidade senão não vai existir mais futuramente", finaliza Cinthia.
 
Sarah Pires e Kezia Noa
Jornalistas 

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: redacao@tocantinsrural.com.br Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98501- 8498
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.