Operação de fiscalização retira mais de 1,2 mil metros de redes do rio Tocantins

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

 

O período de Piracema continua até o dia 30 de março

A equipe de fiscalização do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) realizou uma operação para coibir a pesca durante o período de piracema, que foi prorrogado até o dia 30 deste mês. A operação ocorreu no último fim de semana, quando os fiscais percorreram os principais trechos do rio dentro dos municípios de Ipueiras, Brejinho de Nazaré, Porto Nacional, Lajeado e Miracema.

Durante a operação, a equipe também fez abordagens em veículos, orientando as pessoas sobre a importância de respeitar o período da piracema, associado à reprodução dos peixes. Foram retirados das águas 1,2 mil metros de redes de pesca de malhas variadas. Como as redes são colocadas como armadilhas para os peixes para serem retiradas posteriormente, não houve flagrante e nenhum auto de infração foi lavrado.

O gerente de Fiscalização Ambiental do Naturatins, Cândido José dos Santos Neto, alerta que operações de fiscalização continuarão sendo realizadas até o final deste mês, inclusive com ações integradas com outros órgãos, visando evitar a prática da pesca durante a piracema e garantindo a observância do período de defeso.

Piracema

A piracema ou defeso tem início em 1° de novembro e, normalmente, se estende até o último dia de fevereiro. Entretanto, neste ano, foi prorrogada até 30 de março por causa da estiagem do ano passado na região da bacia Amazônica e pelo baixo índice de chuvas, que alteraram o ciclo reprodutivo das espécies e acabaram adiando o início da piracema.

Com isso, o prazo estabelecido para o defeso não foi suficiente para garantir o repovoamento dos rios. Com a prorrogação, as ações de fiscalização do Naturatins e dos órgãos parceiros no combate aos crimes ambientais continuarão sendo realizadas para coibir qualquer violação à proibição.

Linha Verde

Qualquer cidadão pode fazer denúncias de crimes ambientais de forma anônima e gratuita utilizando os canais do Naturatins, basta acessar o site naturatins.to.gov.br  e clicar em Linha Verde ou ligar para o número 08000-63-1155. O sigilo do denunciante é garantido, mas é necessário que seja fornecida a localização e informado o tipo de ocorrência.

Fonte: Secom