14/09/2021 - Atualizado em 14/09/2021

Arábia Saudita proíbe importação de cinco frigoríficos do Brasil

da redação
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Maior exportador de carne bovina do mundo, o Brasil já havia suspendido temporariamente seus embarques para o principal cliente, a China

A Arábia Saudita suspendeu as importações de carne bovina de cinco frigoríficos brasileiros depois que o país sul-americano detectou dois casos atípicos de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), doença conhecida como o ‘mal da vaca louca’.

Em nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que a suspensão foi anunciada pela Arábia Saudita, no dia 9 de setembro. “O motivo está relacionado à EEB. Estão sendo realizadas reuniões, mas não há ainda previsão sobre a retirada das suspensões”, diz.

Os cinco frigoríficos não identificados estão localizados no estado de Minas Gerais, onde um dos casos foi confirmado. O segundo caso foi detectado em Mato Grosso.

Maior exportador de carne bovina do mundo, o Brasil já havia suspendido temporariamente seus embarques para o principal cliente, a China, após confirmar os casos atípicos da doença da vaca louca, em consonância com um protocolo de saúde assinado entre os dois países.

“Em relação à China, as importações de carne bovina pela China continuam suspensas. Também não há, ainda, previsão de retomada das vendas desse produto para aquele país”, afirma o Mapa, na mesma nota.

Duas associações que representam empresas de carne bovina, Abiec e Abrafrigo, ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

 
Fonte: Canal Rural

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: [email protected] Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.