13/09/2021 - Atualizado em 13/09/2021

Coapa registra números positivos na recepção de milho e soja na safra 2020/2021

Por Fred Alves/ com edições do Tocantins Rural
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Do volume recebido, até o início da semana passada, a Cooperativa já havia expedido 131.288.629 toneladas de soja e 46.273.243 de milho

Apesar das perdas devido ao excesso de chuvas durante a colheita da soja, que também atrasou o plantio do milho, o recebimento dos grãos nos dois armazéns usados pela Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), em Pedro Afonso, foi fechado com saldo positivo.

O destaque foi a recepção do milho que saiu de 76.793.510 toneladas na safra anterior para 91.341.960 toneladas na que finalizou recentemente, um crescimento de 18%. Já o recebimento de soja foi 6,99% maior do que no último ano agrícola, saltando de 133.340.522 toneladas para 142.672.590 toneladas. Os dois volumes são os maiores já registrados pela cooperativa em seus 23 anos de história.

Os grãos foram entregues por 101 cooperados.

Do volume recebido, até o início desta semana, a Coapa já havia expedido 131.288.629 toneladas de soja e 46.273.243 de milho.

Avaliação

O presidente da Coapa, Ricardo Khouri, afirmou que o desempenho na recepção dos grãos poderia ser ainda melhor, em média 15% a mais que o registrado na safra 2019/2020, se não fosse o alto índice de grãos avariados obtidos na janela de colheita entre as duas últimas semanas do mês de fevereiro e os primeiros dias de março, problema causado pelo excesso de chuvas que retardou o período de colheita das variedades de soja mais precoces.

Ainda segundo o dirigente, o mesmo ocorreu com o milho, que surpreendeu pelo aumento das áreas cultivadas, mas o plantio que também teve o plantio comprometido pelo grande volume de chuvas. “Os resultados seriam ainda melhores se a janela de plantio de milho não tivesse se estendido tanto devido ao período onde ficou chovendo ininterruptamente impedindo a soja de ser colhida e, consequentemente, atrasando o plantio do milho”, explicou.

Ricardo Khouri fez questão de destacar a garra dos produtores associados e dos profissionais da cooperativa que mesmo diante de cenário adverso, no primeiro terço do período de colheita, demonstraram muito comprometimento com as suas obrigações. Ele ainda avaliou que do ponto de vista financeiro o resultado foi satisfatório sobretudo pelos bons preços pagos pelos grãos.

Ao falar da expectativa para a safra 2021/2022, o dirigente lembrou que a Coapa está investindo pesado na parte de recepção e secagem dos grãos, com a construção de mais duas moegas e a ampliação da capacidade de secagem para 240 toneladas por hora.

O cooperativista concluiu projetando que deve haver um aumento em torno de 8% no volume de soja e milho a serem recepcionados na safra que se inicia no próximo meses com previsão de ser concluída até o final do primeiro semestre de 2022.

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: [email protected] Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.