(63) 98447-6190 tocantinsrural.brasil@gmail.com
25/03/2021

Fiscalização de suínos e produtos de áreas não livre da Peste Suína Clássica continua no Tocantins

Por Welcton de Oliveira/ com edições do Tocantins Rural

 

Imagem: Delfino Miranda
Imagem: Delfino Miranda

Os principais sintomas da doença que acomete os suídeos (suínos e javalis) são: febre alta, perda do apetite, diarréias, paralisias, tremores, manchas hemorrágicas pelo corpo e andar cambaleante

O Tocantins possui reconhecimento internacional como zona livre da Peste Suína Clássica (PSC) e, para manter este status sanitário que possibilita a livre comercialização dos animais, produtos e subprodutos oriundos da suinocultura, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) mantém fiscalizações diariamente nos postos fixos e volantes, principalmente, na divisa com os estados do Pará, Maranhão e Piauí, que são áreas não livres da PSC.

Nesta semana, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu uma nota técnica aos estados, comunicando a confirmação de mais dois casos de PSC no estado do Piauí. Com isso, a Adapec reforça, aos produtores de suínos do Tocantins, para que não adquiram suínos vivos, produtos e subprodutos de unidades da federação que não possuam o status de zona livre da PSC.

De acordo com a Adapec, mesmo em meio à pandemia, foram mantidas as ações de fiscalização nas barreiras fixas e de trânsito nas divisas do Piauí e nos demais limítrofes à área não livre, inclusive vigilâncias ativas nas propriedades que possuem suínos e fazem divisa com os estados que compõem a zona não livre para PSC.

Também foram conservadas as ações de educação em saúde e atendimento a casos suspeitos de doenças nos suínos.

Dados

O Tocantins possui um rebanho de suídeos de 244.478 suínos, distribuídos em 174 granjas comerciais e 23.608 criatórios.  

Peste Suína Clássica

A PSC não é transmitida á pessoa. Porém, a ocorrência de um foco implicaria em grandes perdas econômicas e repercussões sociais com o sacrifício de animais, interrupção das atividades das granjas, redução imediata da produção de carne, restrição comercial de países importadores de animais, carnes, produtos e subprodutos de origem animal, bem como de produtos agrícolas como a soja e o milho, já que alguns mercados só importam os vegetais de área livre da PSC.

Segundo o Ministério da Agricultura, a zona livre de PSC do país inclui o Distrito Federal e 15 estados sendo eles: Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), Paraná (PR), Minas Gerais (MG), São Paulo (SP), Mato Grosso do Sul (MS), Mato Grosso (MT), Goiás (GO), Rio de Janeiro (RJ), Espírito Santo (ES), Bahia (BA), Sergipe (SE), Tocantins (TO),  Rondônia (RO) e Acre (AC).

Sintomas

Os principais sintomas da doença que acomete os suídeos (suínos e javalis) são: febre alta, perda do apetite, diarréias, paralisias, tremores, manchas hemorrágicas pelo corpo e andar cambaleante. Em caso de suspeita da PSC, o produtor deve comunicar imediatamente à Adapec.

Fonte: Secom

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: tocantinsrural.brasil@gmial.com Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.