(63) 98447-6190 tocantinsrural.brasil@gmail.com
16/03/2021

Prazo para adesão do ICMS Ecológico é encerrado com 100% de participação dos municípios

Por Luiza Caetano/ com edições do Tocantins Rural

Na próxima etapa, os técnicos dos órgãos validadores farão a análise das respostas e de todos os documentos comprobatórios anexados por esses municípios dentro do Sistema

Encerrou nessa segunda-feira (15), o prazo para o preenchimento de dados do questionário qualitativo do ICMS Ecológico pelos gestores municipais, em que houve 100% de adesão, por meio do Sistema Informatizado de Gestão do ICMS Ecológico (Siseco), implantado neste ano pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).
 

Na próxima etapa, entre os dias 16 de março e 25 de abril, os técnicos dos órgãos validadores, Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), farão a análise das respostas e de todos os documentos comprobatórios anexados por esses municípios dentro do Sistema. Cada técnico requisitará, ao Sistema, o sorteio do questionário de um município e selecionará um critério por vez para análise e validação.

Dentre os seis critérios considerados ambientais, o Naturatins é responsável pela validação de quatro deles: Política Municipal de Meio Ambiente; Controle e Combate às Queimadas; Unidades de Conservação e Terras Indígenas e Saneamento Básico. O Ruraltins, por sua vez, tem sob sua responsabilidade a validação do critério Conservação dos Solos. O critério Turismo Sustentável, analisado pela Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), não faz parte do questionário e corresponde a 1% distribuído entre os municípios que integram o Mapa do Turismo Brasileiro.

Ainda nesta semana, serão realizadas reuniões de nivelamento com estudos de casos para padronizar os procedimentos e melhorar a qualidade das análises qualitativas com a utilização do Siseco
.

Ao todo, serão feitos o nivelamento por oito analistas dos critérios do Naturatins e nove do Ruraltins. Todos esses foram devidamente selecionados pelos órgãos e cadastrados com o perfil de validadores.

O Estado pretende tornar o Programa ICMS Ecológico cada vez mais eficiente e dinâmico, reduzindo o tempo gasto com a sua validação, ao mesmo tempo que aumenta a qualidade técnica das análises, o que beneficiará os resultados alcançados pelos municípios.

Além disso, com a presença do sistema, a segurança também aumenta, uma vez que suspende a necessidade de contato físico e entrega presencial dos documentos devido à pandemia do novo Coronavírus, causador da Covid-19.

Concluindo a primeira etapa, após o período de validação, serão calculados os índices provisórios pela Semarh e encaminhados à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) até o dia 1° de maio para consolidação dentro do Índice de Participação dos Municípios (IPM) e envio para publicação no Diário Oficial do Estado (DOE).

Fonte: Secom

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: tocantinsrural.brasil@gmial.com Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.