(63) 98447-6190 tocantinsrural.brasil@gmail.com
29/03/2021

Preço do bezerro ultrapassa R$ 3.000 por cabeça

da redação
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

No Mato Grosso do Sul o preço chegou a R$ 3.016,61

O preço do bezerro passou de R$ 3.000 por cabeças em Mato Grosso do Sul e São Paulo pela primeira vez na história, segundo o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Na praça sul-mato-grossense, a cotação subiu 1,57% nesta segunda-feira e passou de R$ 2.969,91 para R$ 3.016,61. Já em território paulista, o animal se valorizou 0,90%, saindo de R$ 2.979,19 para R$ 3.005,96 por cabeça.

O consultor de agronegócio do Itaú BBA, César de Castro, lembra que os animais de reposição apresentam alta mais acentuada do que o boi gordo desde o ano passado. Logo, esse novo recorde é apenas uma continuidade do movimento.

Ele reforça que o principal pilar de sustentação do bezerro é a baixa oferta. Isso tem levado os pecuaristas a reterem mais fêmeas para produção de crias. Apesar de a oferta possivelmente aumentar durante este ano, ainda será considerada enxuta quando levado em consideração o ritmo do mercado do boi gordo, que está muito firme.

Tendência para o bezerro e impacto na cadeia da carne

Segundo César, as cotações da cria só devem recuar caso haja algum problema não previsto no mercado do boi gordo, o que enfraqueceria o poder de compra dos recriadores e invernistas, provocando ajustes.

Para subir ainda mais, o bezerro vai depender do boi gordo, já que as margens atuais estão bastante apertadas por conta da alta dos insumos (além do bezerro, os grãos usados na ração também estão bem mais caros).

Diante disso, um fator que pode dar fôlego é o câmbio. Se o real se desvalorizar ainda mais em relação ao dólar, as exportações podem aumentar, remunerando melhor os pecuaristas e dando margem para a indústria repassar custos maiores.

Novamente trazendo à mesa a questão dos custos, Cesar de Castro lembra que o confinamento está mais caro este ano. Para complicar um pouco mais, parte da segunda safra de milho deve ser plantada fora da janela ideal, deixando as lavouras suscetíveis ao frio e ao corte de chuva no meio do ano. “Acreditem: não está fácil fechar a conta mesmo com o boi gordo a R$ 320”, comenta.

Fonte: Canal Rural

Tempo

Eventos

NOSSOS PARCEIROS

Atendimento

Segunda a Sexta das 8h às 18h

(63) 8501-8498

Siga-nos

Entre em contato com a redação do Tocantins Rural. Email: tocantinsrural.brasil@gmial.com Telefone: (63) 98501- 8498 Whatsapp: (63) 98447-6190
Copyright © 2019 - Tocantins Rural - Todos os direitos reservados.